Pequenada do Centro – Abril 2012

Mai 14, 2012

No passado dia 14 de Março a pequenada do Centro foi assistir a conto encenado: “A grande invasão”.
A leitura encenada é uma forma de tornar mais emocionante e interessante a história escolhida. Desta forma, torna-se mais fácil captar e cativar a atenção dos mais pequeninos.


Já na sala, as crianças conversaram sobre tudo aquilo que viram e ouviram:
“A grande invasão” falou-nos dos carros que invadiram a Terra. As pessoas que vivem neste planeta preferem andar de carro do que a pé. A pé ficam muito cansados e então elas fazem tudo dentro do carro: ouvem música, vêem as horas, quando o semáforo está vermelho fazem a barba e as senhoras pintam os olhos. Quando vão a conduzir vão com os pés nos pedais e conduzem depressa.
As pessoas passam muito tempo a cuidar dos carros como se fossem bebés: fazem massagens (lavar o carro), aspiram e olham para o carro para verem se está tudo limpinho!
Antigamente a Terra tinha muitas árvores e espaços da natureza. Agora só existe carros, carrinhas, autocarros, camiões… é só fumo e poluição”.
(Registo realizado em grande grupo)
E aqui ficam alguns desenhos do registo:

Junta de Freguesia – 14 de Março
A convite da Junta de Freguesia de Avanca, no passado dia 14 de Março, a Pequenada do Centro assistiu à reabertura da Biblioteca.
Foi uma manhã divertida, com muitas actividades. Não faltaram pinturas faciais, brincadeiras com balões e no final uma visita guiada às instalações da Junta de Freguesia. As crianças tiveram oportunidade de fazer de conta que eram adultos e até fizeram uma reunião de assembleia.
A Biblioteca da Junta está aberta ao público e pedem à população de Avanca que usem o espaço.

Dia do Pai
A instauração do Dia do Pai teve origem nos Estados Unidos da América, em 1909. Sonora Luise, filha de um militar resolveu criar o Dia dos Pais motivada pela admiração que sentia pelo seu pai, William Jackson Smart. A festa foi ficando conhecida em todo o país e em 1972, o presidente americano Richard Nixon oficializou o Dia dos Pais.
O Dia do Pai é uma celebração anual que visa homenagear os pais, sendo este celebrado no dia 19 de Março.
A tradição manda que seja entregue uma prenda ao pai, assim sendo as nossas crianças fizeram um bonito presente original e simbólico, porque a melhor prenda é aquela que tem bonito significado.

No dia 21 de Março, Dia Mundial da Floresta, as crianças do Centro Paroquial festejaram em grande.
As mais pequeninas, as da creche, plantaram sementes de flores em vasos e, agora esperam ansiosas por as ver crescer!
Já sabem que é necessário terra, água e sol para se alimentaram e ficarem bonitas!
E sem dúvida que as nossas salas vão ficar mais acolhedoras e simpáticas.
A pequenada “maior” foi participar no projecto “Guardiães da Floresta”, a convite da Câmara Municipal de Estarreja.
Para além de muitos jogos, brincadeiras e poesia sobre a floresta e os animais, plantaram também um Abeto e um freixo, na zona pedonal junto ao lado nascente do rio Antuã.
Ao contrário das flores, estas árvores vão demorar muitos, muitos anos a crescerem.
E quem sabe um dia as nossas crianças irão com os seus filhos fazerem um piquenique à sombra destas árvores? E quando lá forem vão-se lembrar deste dia bem passado, pois ficou registado “As crianças do Centro Paroquial de Avanca”.

Durante o mês de Março trabalhamos o tema da importância de uma boa saúde oral.
As crianças devem habituar-se a lavar os dentes desde pequeninos e que percebam que uma visita ao profissional de saúde oral é uma experiencia positiva.
No dia 23 de Março, e neste contexto fomos acompanhar uma criança a uma consulta. Apesar de a criança estar um pouco nervosa, deixou arranjar um dente que estava partido.
As outras crianças estavao tão curiosas que também quiseram mostrar os seus dentes.
As crianças aprenderam que a higiene oral deve começar logo após a erupção do primeiro dente e devem lavar os dentes, pelo menos, duas vezes por dia, sendo uma delas obrigatoriamente antes de deitar. Devem ser sempre supervisionadas pelos pais e a quantidade de dentífrico deve ser igual ao tamanho da unha do 5.º dedo da criança.
Quanto mais cedo se iniciar o hábito diário da higiene oral, melhor as perspectivas de evitar as doenças orais.

 

Arquivo