Crianças do Centro Paroquial e Social em acção

Mar 29, 2012

Crianças do Centro Paroquial e Social em acção

«Os beijos sabem a esparguete à Bolonheza»

No nosso dia-a-dia, para alem de jogos, brincadeiras e mundo de faz de conta, também dedicamos muito tempo a trabalhos e pesquisa! Foi o que fizemos para sabermos mais sobre a lenda de S. Valentim.

Aqui fica o registo feito em grupo numa sala de crianças.

“Há muito tempo atrás, em Roma, o rei proibiu os casamentos porque precisava dos homens para combater na guerra. Mas, havia um padre que se chamava Valentim, que começou a fazer os casamentos às escondidas. Quando o rei descobriu, prendeu o Valentim. A partir deste dia começou-se a festejar o Dia de S. Valentim, que é o dia do amor e dos namorados. É no dia 14 de Fevereiro”.

Mas o que será o amor, a amizade, o carinho? Vamos lá espreitar algumas respostas?

“O amor é gostar de uma pessoa e não é importante se é bonita ou feia. O amor está no peito.” Daniela, 6 anos.

“O amor é namorar. Quando namoram as pessoas beijam-se. Os beijos sabem a esparguete à bolonhesa.” Luana V., 6 anos.

“O amor é gostar de alguém ou de alguma coisa. Eu gosto das minhas tartarugas, do meu cão que está em casa da minha avó”. Duarte, 6 anos.

“Namorar é beijar e ser feliz”. Margarida O. 5 anos.

“O amor é namorar sempre. É beijar de olhos abertos, é brincar.” Miguel, 5 anos.

“O amor é casar e viver feliz para sempre.” Gonçalo, 6 anos.

“O amor é amizade entre as pessoas”. Rodrigo, 5 anos.

 

A exposição “O Mundo dos Dinossauros” chegou ao Porto e é a maior exibição da Europa dedicada a este tema.

A pequenada do centro não perdeu esta oportunidade e foi visitar esta mostra lúdica que teve também um carácter didáctico e educativo.

Conseguimos ver, bem de perto, os grandes repteis do “Parque Jurássico”, como os temíveis velociraptor, oviraptor e t-rex. Aprendemos bastante e com grande entusiasmo sobre o tipo de alimentação, locomoção e características físicas de cada um. Até já sabemos qual a teoria da extinção dos dinossauros!!!

Esta, foi sem dúvida, uma visita espectacular que vai ficar na memoria das crianças por muito, muito tempo.

Aqui ficam algumas dessas recordações:

“Vi um dinossauro a comer um dinossauro bebé.” Orlando, 4 anos.

“Gostei do dinossauro que tinha a cauda maior e o pescoço maior que era de ossos”. Marco, 4 anos.

“Gostei mais do dinossauro Rex.” Bruno, 4 anos.

“Eu vi um dinossauro que não fazia mal.” Andreia, 4 anos.

“Gostei do dinossauro que chegava até ao céu.” Ana Beatriz, 3 anos

“Eu vi um dinossauro que estava a beber agua.” Ana Melo, 3 anos

“Eu vi um dinossauro que estava a comer arvores.” Ruben, 3 anos.

“Gostei do t-rex e não tive medo.” Mariana, 4 anos.

“Tinha um dinossauro que tinha espinhos nas costas e tinha a boca aberta.” Daniel, 3 anos.

 

O Dia Internacional da Mulher, celebrado a 8 de Março, teve como origem as manifestações de mulheres por melhores condições de vida e de trabalho.

E, apesar das dificuldades actuais, muito se melhorou até aos dias de hoje. Por isso mesmo as nossas crianças mimaram as “mulheres” mais importantes na vida delas… Mães, avós, tias, irmãs… Não importa quem seja. O importante é lembrarmo-nos o quanto são valiosas no nosso crescimento enquanto pessoas!

Fonte: Jornal “Notícias de Avanca

Arquivo